24 ago de 2021
Brasil – Água – Subcomitês apresentam bacias prioritárias para Programa de Conservação e Produção de Água

As microbacias que serão objeto de intervenção no âmbito do Programa de Conservação e Produção de Água na bacia do Rio das Velhas foram apresentadas pelos respectivos Subcomitês em oficina, realizadas de forma virtual, entre os dias 18 e 20 de agosto. Ao todo, foram apresentadas 14 microbacias.

Durante as oficinas, os Subcomitês apresentaram as microbacias que cada um considera como prioritária para ações de revitalização e os critérios utilizados para a hierarquização. Os critérios são relacionados aos temas: Socioeconomia, Governança Territorial, Hidrologia e Biótica.

Com duração de seis anos, o Programa de Conservação e Produção de Água, lançado em junho deste ano, selecionará quatro microbacias, sendo uma por região fisiográfica, para o desenvolvimento e execução de ações que maximizem o potencial de produção de água de sub-bacias hidrográficas.

O coordenador da Câmara Técnica de Planejamento e Controle (CTPC), Ronald Guerra, participou das quatro oficinas e esclareceu que o Programa de Conservação e Produção de Água surgiu a partir da necessidade de aprimorar os projetos hidroambientais. “A ideia do Programa é implantar ações em toda a bacia com foco na preservação, revitalização e conservação. É um avanço na forma de implantar os recursos da cobrança pelo uso dos recursos hídricos que trará melhorias para a bacia”, destacou.


Quer saber mais sobre o Programa de Conservação e Produção de Água? Ouça o podcast Momento Rio das Velhas com Ronald Guerra, Poliana Valgas, Thiago Campos e Paula Procópio:

cbhriodasvelhas · Programa de Conservação e Produção de Água – Momento Rio das Velhas 27


A coordenadora-geral do Subcomitê Rio Itabirito, Heloísa França, ressaltou sobre a necessidade de revitalização no Alto Rio das Velhas. “A bacia do Velhas está sofrendo com a degradação pelo uso do solo, principalmente em seu Alto curso. Revitalizar nesse momento é de suma importância. Investir na produção de água é o diferencial desse Programa”, disse.

A coordenadora geral do Subcomitê Ribeirão Jequitibá, Marley Beatriz, falou sobre a situação de seu território. “O Ribeirão Jequitibá tem apresentado vazões muito baixas, chegando a apresentar bancos de areia. Reduzir as taxas de erosões e exportação de sedimentos, contribuirá para assegurar uma vazão satisfatório no rio”, afirmou.

O Subcomitê do Rio Bicudo foi representado na oficina pelo membro Leandro Vaz Pereira. “O Rio Bicudo é um dos principais afluentes da região do Baixo Rio das Velhas e há anos sofre com a escassez de água. Precisamos investir em ações para a preservação e produção de água na bacia do Bicudo e esperamos que o nosso território seja um dos contemplados com o Programa de Conservação e Produção de Água”, acrescentou.

As quatro microbacias selecionadas serão divulgadas em uma oficina que está prevista para ser realizada no dia 08 de setembro. Após a divulgação, serão elaborados os projetos técnicos por microbacias, implantadas as intervenções e realizado o monitoramento e assistência técnica.

  

  

 

Fonte: Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas:
TantoExpresso Comunicação e Mobilização Social
Texto: Luiza Baggio

Oferecimento:

77 9 9926-6484 / 77 9 9979-1856